DISTORÇÕES, ÁCIDO E FLORES  
 



BRASIL, Centro-Oeste, CUIABA, BAU, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Livros, Música
border=0
border=0
06/08/2006 a 12/08/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
14/08/2005 a 20/08/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
border=0
Outros sites

 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Sons Aleatórios
 Here, There And Everywhere
 Sandro Garcia


Votação
Dê uma nota para meu blog



border=0

O que é isto?
 


MIRAGEM (1971) - OS LOBOS

Uma das grandes raridades do rock brasileiro, este álbum Miragem, da banda de Niterói Os Lobos, transborda psicodelia hippie. É tudo muito bicho-grilo, desde a concepção até o som. São dez músicas que capturam um dos momentos mais intensos e de maior criatividade da música pop nacional. É tudo muito bom, mas não há como não destacar a música "Miragem". Guitarras hipnóticas (que lembram Byrds), vocais viajantes e letra surrealista formam algo que trancende a própria música. É quase um alucinógeno sonoro. Se o que predominou no Brasil durante os anos 60 foi a Jovem Guarda e o rock de garagem, a década de 70 assistiu ao reinado (entre outras vertentes) da psicodelia e do progressivo. Miragem faz parte dessa fase. É uma das pepitas mais preciosas da MPB (Música Psicodélica Brasileira) e, obviamente, é mais do que garantido o seu lugar na galeria das obras-primas do rock brasileiro.



Escrito por William às 15h30
[   ] [ envie esta mensagem ]






THE BUTTONS (1970) - THE BUTTONS

The Buttons

As good vibrations da Londres psicodélica demoraram três anos para chegar ao Brasil, mas chegaram com força total. Na contracapa do LP da banda The Buttons, de 1970, podia-se ler: "A RCA apresenta o novo som inglês gravado no Brasil por: Alaor, Sidney, Nelson, Joe e Charlie." O álbum é um verdadeiro clássico e traz doze canções maravilhosamente executadas. Destaques: a força garageira em "Slow Down", a placidez de "Dear Old Mrs. Bell", o proto-hard "Free World" (com seu marcante solo de bateria) e a bela "Birds In My Tree", que é também uma das faixas da recente e festejada coletânea Love, Peace & Poetry: Brazilian Psychedelic Music.



Escrito por William às 15h17
[   ] [ envie esta mensagem ]






[ ver mensagens anteriores ]
border=0